As proteínas

(1)

Les protéines sont considérées comme étant les « briques » de l’organisme. Elles constituent l’élément de base de toutes cellules vivantes. La protéine constitue un nutriment indispensable à la vie.

Proteínas: definição

As proteínas são grandes moléculas compostas por um agrupamento preciso de aminoácidos.

São estes que o nosso organismo utiliza. São fornecidos quer pela nossa alimentação, quer produzidos a partir de outros aminoácidos ingeridos. O organismo não dispõe de armazenamento de aminoácidos, as necessidades são por isso permanentes. Em caso de falta, o organismo, assim como o músculo, vão buscá-los às reservas a fim de manter as funções vitais.

Existem 20 aminoácidos divididos em 2 grupos:

  • Os aminoácidos essenciais, que são indispensáveis à vida. Uma vez que o nosso organismo não consegue sintetizá-los, devem absolutamente ser fornecidos pela alimentação. Este grupo é o mais importante para o funcionamento do músculo.
  • Os aminoácidos não essenciais formam o segundo grupo. Estes podem ser produzidos pelo nosso organismo.

Diferentes proteínas

O organismo não consegue sintetizar os aminoácidos essenciais. Isto traduz-se na obrigação de ter uma dose proteica diária equilibrada contendo todos os aminoácidos essenciais em quantidade adaptada.
Deste ponto de vista, as proteínas animais são mais interessantes do que as proteínas vegetais. Com efeito, as proteínas animais contêm todos os aminoácidos essenciais, ao passo que as proteínas vegetais são deficitárias.
A fim de traduzir o equilíbrio de aminoácidos dos alimentos, foi definida uma classificação que diz respeito ao «valor biológico» das proteínas. O valor de referência é o do ovo, que tem um valor igual a 100. De entre os valores mais elevados podemos encontrar as carnes e os peixes (entre 80 e 90) enquanto os vegetais se encontram entre os valores mais baixos (entre 50 e 75).

Proteínas: diferenças de qualidade

A qualidade das proteínas ingeridas por dia é bem mais importante do que a quantidade. Com efeito, as proteínas não são todas equivalentes em termos de qualidade. Esta caracteriza-se pelo seu fornecimento em aminoácidos essenciais e pela sua digestibilidade. Sabemos que as proteínas animais são «superiores» em termos de qualidade relativamente às proteínas vegetais, apesar da sua composição em aminoácidos essenciais. A partir do momento em que um aminoácido é deficitário, a utilização pelo organismo dos outros aminoácidos será limitada proporcionalmente ao défice.

Proteínas: utilidade

Os aminoácidos que compõem as proteínas têm 3 papéis fundamentais:

As proteínas têm um papel estrutural:
As proteínas podem ser constituídas por 10 a 2000 aminoácidos. Existe por isso uma inúmera quantidade de proteínas e as suas funções são variadas. Fibras musculares, estrutura óssea, estrutura da pele, recetor de hormonas, anticorpos, enzimas… A estrutura de uma proteína é tão precisa que uma pequena modificação pode alterar as suas funções.
 

As proteínas têm um papel funcional:
Os aminoácidos são percursores de inúmeras moléculas importantes (hormonas, neuro mediadores). Para além disso, certos aminoácidos estão igualmente ligados de forma particular ao sistema imunitário.
 

As proteínas têm um papel energético:
Os aminoácidos fornecem 4kcal/g. Durante um treino de resistência, estes serão utlizados como fonte calórica de suporte unicamente em caso de défice de glicogénio. Um fornecimento suficiente em hidratos de carbono durante um esforço prolongado permite evitar a utilização das proteínas como combustível energético.

Marie Fauchille
Dietética | Nutricionista
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Validação
Pó para bebida rica em proteínas WHEY 9 Baunilha 1,8kg
39,95 €*
4.10 / 5 43 nota
    Conselhos

    Existe um número importante de fontes de proteína em pó, as wheys, as caseínas, os aminoácidos... Mas porquê utilizar uma whey em vez de uma caseína? Porque existem várias wheys? Qual a diferença entre uma proteína animal e vegetal? Vou responder a todas as vossas perguntas.

    (1)
    VOLTAR PARA O TOPO